segunda-feira, 26 de maio de 2008

Atriz brasileira vence no Festival de Cannes



Sandra Corveloni leva o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes. Sua estréia no cinema, com o filme Linha de Passe, de Walter Salles e Daniela Thomas, foi premiada no mais importante festival de cinema do mundo. Ela competiu com atrizes renomadas como Angelina Jolie e Julianne Moore, esta pelo filme Ensaio sobre a Cegueira, do também brasileiro Fernando Meirelles. Viva o cinema brazuca!!!





Confira abaixo a relação completa dos premiados pelo júri presidido por Sean Penn:

Palma de Ouro
Entre Les Murs, de Laurent Cantet (França)

Grande Prêmio
Gomorra, de Matteo Garrone (Itália)

Melhor Direção
Nuri Bilge Ceylan, por Three Monkeys (Turquia)

Melhor Roteiro
Jean Pierre e Luc Dardenne, por Le Silence de Lorna (Bélgica)

Câmera de Ouro (melhor primeiro filme)
Hunger, de Steve McQueen (Reino Unido)

- menção especial: Ils mourront tous sauf moi, de Valeria Gai Guermanika (Rússia)

Prêmio do Júri
Il Divo, de Paolo Sorrentino (Itália)

Melhor Atriz
Sandra Corveloni, por Linha de Passe (Brasil)

Melhor Ator
Benicio del Toro, por Che

Prêmio Honorário do 61ª Festival de Cannes
Catherine Deneuve (Un Conte de noel) e Clint Eastwood (Changeling)

Palma de Ouro para curta-metragem
Metron, de Marian Crisan

- menção especial: Jerrycan, de Julius Avery

Un Certain Regard

Melhor Filme: Tulpan, de Sergey Dvortsevoy (Cazaquistão)

Prêmio do Júri: Tokyo Sonata, de Kiyoshi Kurosawa (Japão)

Prêmio “Heat Throb”: Wolke 9, de Andreas Dresen (Alemanha)

Prêmio “The Knockout”: Tyson, de James Toback (EUA)

Prêmio “Da Esperança”: Johnny Mad Dog, de Jean-Stephane Sauvaire (França/Bélgica/Libéria)

terça-feira, 13 de maio de 2008

Personagens reais

Confiram este ótimo trabalho de humanização de personagens clássicos da cultura pop:

Jessica Rabbit, Homer Simpson e Mario Brother
(clique nas imagens para ampliá-las)

domingo, 4 de maio de 2008

Acabei de ver...



...Homem de Ferro (Iron Man), de Jon Favreau.
Sem nenhuma hesitação, este é o melhor filme de super-heróis dos últimos anos, superando produções como Homem-Aranha 3, Motoqueiro-Fantasma, X-Men 3, Quarteto Fantástico 1 e 2 e Superman Returns. O diretor era a minha primeira preocupação, mais conhecido por comédias, Favreau não comete o mesmo erro de Tim Story, que escorregou para o humor pastelão em vários momentos do Quarteto Fantástico e sua seqüência. O roteiro é sério e denso, ousando criticar até a política armamentista norte-americana. Isto não quer dizer que não haverá momentos bem humorados durante o filme. Mas em Robert Downey Jr. eu confiei desde o início. Ele nasceu para fazer o Tony Stark. Muito bom. Mas o filme não consegue se livrar da síndrome de filme de origem. Por isso há poucas cenas de ação. Inclusive o combate final é parte mais fraca do filme. E o roteiro comete dois erros graves...(se você ainda não viu o filme, pare a sua leitura agora).
Como ele conseguiu sozinho pôr o aparelho no peito, se antes ele precisou da ajuda de Pepper Potts (Gwyneth Paltrow)??? E foi duro de engolir, ele se safando de uma explosão, apenas virando o rosto, que estava descoberto!!! A armadura ficou bastante avariada e seu rosto intacto. Mas não estraga a diversão! O filme é espetacular!!!!

Dica urgente!!!

Quando forem assistir Homem de Ferro, não saiam do cinema enquanto não terminar os créditos finais. Há uma cena muito importante com um ator muito cult. Não percam!!!!!!!

Postagens populares

Pesquisar neste blog