quarta-feira, 30 de abril de 2008

Acabei de ver...



...Todo Mundo Quase Morto (Shaun of the Dead), de Edgard Wright.
Não sei de onde vem a idéia de que os ingleses são sisudos e sérios. Eles têm um excelente senso de humor...e como! Não é a tôa que de lá surgiu o Monthy Python, que influenciou gerações e gerações de humoristas no mundo inteiro. Em Todo Mundo quase Morto, não há como ficar indiferente, é de "morrer" de rir, com o perdão do trocadilho. Simon Pegg interpreta Shaun, personagem que, antes de enfrentar um horda de zumbis, passa por uma séria crise com sua namorada, seus amigos, seus pais e no trabalho, ou seja, tudo na sua vida está à beira do caos. No filme há cenas hilariantes e, desde já, antológicas, como o ataque ao dono do pub Winchester ao som do Queen. E observem nas cenas iniciais, como a rotina nos deixa mortificados...


"Uma comédia romântica. Com zumbis."

quarta-feira, 23 de abril de 2008

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Acabei de rever...

...Amnésia (Memento), de Christopher Nolan.
Vi esse filme há quase 10 anos atrás e confesso q não entendi nada, mas só agora percebi isso. No momento está quase tudo claro, eu disse quase tudo...O filme é genial! A montagem é perfeita. Ele não é confuso, como parece inicialmente, porém vai gerar inúmeras discussões, o que já é um grande mérito. Leonard (Guy Pearce) após um trauma, sofre de perda de memória recente, no entanto ele precisa buscar o culpado, então faz anotações no seu próprio corpo usando tatuagens. A história é narrada de trás pra frente. Mas isso não é o que incomoda...E sim a jornada de Leonard em busca da verdade e de uma vingança que já pode ter acontecido. Ou não. Mas...Ele...é...Poxa...Esqueci o que ia escrever...





P.S.: Participe das discussões na comunidade do filme no orkut. Clique no título do post para acessar. Ou Aqui.

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Acabei de ver...



...A Espiã (ZwartBoek), de Paul Verhoeven.
Ainda bem que o cinema existe e não nos deixa esquecer os horrores do nazismo. O diretor holandês de Robocop conta a história inspirada em fatos reais da bela judia Ellis de Vries (Carice Van Houten) que se infiltra entre oficiais alemães para ajudar a resistência como uma espiã. Mais um forte drama de guerra que me deixou tenso em muitas cenas. Verhoeven conduz a história de mais de 2 horas com uma fluência impecável. O filme foi escolhido pela Holanda para representá-la na disputa do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2007.

terça-feira, 8 de abril de 2008

Acabei de ver...

...Angel-A, de Luc Besson.
Um belíssimo filme sobre um homem desesperado que está prestes a suicidar-se por causa de suas dívidas e de seus credores. Até que surge uma linda mulher que poderá mudar sua vida, ou não. Paris, mais uma vez, é mostrada com todo seu esplendor numa exuberante fotografia em P&B. Besson retorna com um roteiro divertido que fala de amor e rendenção. E ele deixa pistas sutis e bem boladas sobre quem realmente é essa loiraça que caiu do céu na vida de André. No elenco, Jamel Debbouze (André) e Rie Rasmussen (Angela).
Imperdível!

domingo, 6 de abril de 2008

Cinema de Luto

Morre Charlton Heston

Após 6 anos de sofrimento devido ao Mal de Alzheimer, morre um dos maiores ícones da história do cinema. Presente em épicos marcantes, como Os Dez Mandamentos (1956), Ben-Hur (1959) e El Cid (1961), Heston deixou sua marca também em clássicos da ficção-científica (O Planeta dos Macacos, 1968), do cinema noir (A Marca da Maldade, 1958) e do cinema catástrofe (Terremoto e Aeroporto 75, ambos de 1974). Há mais de cem de filmes em seu currículo, e apesar de sua personalidade polêmica, não há como negar a sua importância na história da 7ª arte. Descanse em PAZ !

Prêmios
- Ganhou o Oscar de Melhor Ator, por sua atuação em "Ben-Hur" (1959).

- Ganhou o Prêmio Humanitário Jean Hersholt, concedido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.
- Recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro de Melhor Ator - Drama, por "Os Dez Mandamentos" (1956) e "Ben-Hur" (1959).
- Ganhou o Prêmio Cecil B. DeMille, em 1967.
- Recebeu uma indicação ao MTV Movie Awards de Melhor Participação Especial, por "Planeta dos Macacos" (2001).
- Ganhou o Framboesa de Ouro de Pior Ator Coadjuvante, por "Como Cães e Gatos" (2001).

Curiosidades
- Foi eleito em 1998 Presidente da Associação Nacional de Rifle.- Foi presidente da Screen Actors Guild de 1966 a 1971.

- Possui uma estrela na Calçada da Fama, localizada em 1620 Vine Street.


Postagens populares

Pesquisar neste blog